sábado, 11 de Fevereiro de 2012

Portalegre - Agressão em centro de formação da GNR

A GNR abriu um inquérito para apurar as circunstâncias de um incidente ocorrido no Centro de Formação de Praças de Portalegre, em que um instruendo terá sido agredido e que levou à suspensão de outros dois.

O porta-voz da GNR, tenente-coronel Costa Lima, confirmou hoje à Agência Lusa que se registou, esta semana, «um incidente» nas instalações do Centro de Formação de Praças, envolvendo três instruendos.

O tenente-coronel Costa Lima adiantou que foi de imediato ordenada a «suspensão» de dois formandos e aberto um inquérito para apurar as circunstâncias do incidente.

O porta-voz da GNR indicou ainda que, até hoje, não foi apresentada qualquer queixa sobre o caso.

Fonte da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA) disse que um jovem formando foi transportado, numa ambulância do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), para o Hospital de Portalegre, com sinais de ter sido agredido.

Segundo a mesma fonte, o jovem formando deu entrada na unidade hospitalar durante a madrugada de quinta-feira, tendo já recebido alta.

4 comentários:

  1. O instruendo era um "cromo" que só prejudicava a turma, estando a mesma a sofrer constantes represálias por culpa dele. Chegando a um ponto de ruptura, em que toda a turma se uniu ( não só os dois elementos suspensos) e o cubriram com um cobertor durante a noite e lhe deram uns "toques", terminando a faena com um saco de urina pela cabeça abaixo. O instruendo telefonou para o Hospital de Portalegre e o INEM foi la busca-lo. Apenas dois se acusaram esperando que toda a turma fizesse o mesmo, mas não foi assim que aconteceu, se calhar a turma não é tão unida quanto isso.... veremos que mais se sabe .......

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é desculpa para o k se passa na má formação k dão na GNR. Quem não serve deve ser posto na rua. É intoleravel aproveitar estes pretextos para ser usada violência na formação de quem deve zelar pela nossa segurança.Estão habituados a lidar com recrutas. Quem sofre com isto tudo, mais uma vez somos nós em vez de ter-mos polícias bem formados temos umas coisas k nem são polícias nem militares, em termos de formação.
      Este tipo de formação dá-se aos polícias k são da tropa tipo América Latina, África etc.

      Eliminar
  2. Hoje em dia ja ha bulling em todo lado ja nem na GNR controlam isso...

    ResponderEliminar
  3. se nao estao preparados para esta pequena pressão de represalias,entao peço desculpa,porque nem vale a pena virem pra rua ao lado dos que ja ca estão.se foi como esta descrito num dos comentarios e provando-se o mesmo,então,deviam todos de serem expulsos,nao precisamos de gente assim cá.Uma coisa é certa tb,se fossem bons nao teriam sido reservas de reservas.tenho dito

    ResponderEliminar