quinta-feira, 24 de Abril de 2014

Arronches - Destaques da última edição do Linhas de Elvas


O jornal Linhas de Elvas  edição nº3272 (24 de Abril de 2014). Nesta edição o Linhas destaca entre outros temas  a Páscoa passada no Campo com o acampamento dos amigos dos Bombeiros Voluntários de Arronches na barragem do Caia. 

Referindo ainda nesta edição a festa benfiquista que coloriu Arronches no passado domingo, aquando da conquista do título de Campeão Nacional de Futebol.     

Encontro Transfronteiriço La Codosera Caldas da Rainha

El Excmo Ayuntamiento de La Codosera  invita a  todos a asistir en nuestra localidade, el próximo domingo 27 de abril de 2014, con motivo del Encuentro Transfronterizo de las dos localidades hermanadas, (La Codosera Caldas da Rainha).

Se realizará un acto de entrega de la Placa y Diploma de hijo adoptivo a Mário Lino da Conceição Silva, vecino de Caldas Da Rainha.

Ese mismo día, inauguraremos dos exposiciones en la Casa de la Cultura:

Exposición “Latas Embaladas com História” propiedad de Mário Lino.
Exposición de Pintura sobre La Codosera, en la cual colaboran varias personas de Caldas Da Rainha.

Hora de Inicio: 13h00, Lugar: Casa de La Cultura.

Arronches - Destaques da última edição do Alto Alentejo

Destaques  de capa da última edição do jornal  Alto Alentejo


Associação "Reviver Mais" reuniu em Borba


Realizou-se no passado dia 12 do corrente mês, num recinto junto à Igreja de Santa Bárbara, em Borba, mais um Encontro Convívio da Associação "Reviver Mais", com os atuais e antigos Comandantes e Dirigentes dos Corpos e Associações de Bombeiros do Distrito de Portalegre e elementos da Liga de Bombeiros Portugueses que fazem atualmente parte da "Reviver Mais - Associação dos Operacionais e Dirigentes dos Bombeiros Portugueses”.

Estiveram presentes 30 elementos do Quadro de Honra e Direção das Associações de Bombeiros dos Distritos de Portalegre e Évora.

Estes encontros têm como finalidade o aprofundar da amizade entre todos os elementos que fazem parte desta Associação.
O próximo Encontro ficou agendado para dia 7 de Junho, em Campo Maior.

A delegação Distrital de Portalegre tem Presidente e Secretário os senhores Comandante Nuno Amaral, de Arronches e ex-Inspetor Distrital Jorge Rodrigues, respectivamente, estando prevista a abertura da delegação Distrital da "Reviver Mais", em Arronches. 

Arronches - Destaques da última edição do Fonte Nova


Destaques da última edição do Fonte Nova

quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Arronches - Igreja acolhe Festival de Música Sacra


A paróquia de Arronches, na diocese de Portalegre-Castelo Branco, vai realizar o 3.º Festival de Música Sacra, com um ciclo de concertos de Páscoa, durante os meses de abril e maio, em colaboração com o município local. O evento tem início no próximo domingo, 27 de abril, na Igreja Matriz de Arronches, às 18h00, com uma sagração do período barroco através da organista Marília Canhoto e do flautista Jorge Álvaro Ferreira.

Em nota informativa o Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura, avança que serão executadas peças de Dietrich Buxtehude, Jacques Arcadelt, Clemens non Papa, Giovanni Bassano, Johann Pachelbel, Johann-Adolph Hasse, Cipriano de Rore, Carlos Seixas, Nicolas Chédeville, John Travers e Jean Baptiste Loeillet.

No sábado seguinte, 3 de maio, à mesma hora, irá realizar-se no mesmo espaço (Igreja Matriz) um encontro de coros com a participação do Coro Polifónico de Ponte de Sor (maestro Rui Picado) e do Grupo Vocal Ad Libitum de Coimbra (maestrina Isilda Margarida). Entre outras, serão apresentadas peças de Mozart, Haendel, Lopes Graça, Giuseppe di Marzi, Jacques Arcadelt, Tomás Luis de Victoria, Oswald Jaeggi, Asíns Arbo, Antonio Lotti, Mário de Sousa Santos e Manuel Faria.

Livro "Elvas na idade média" Apresentado na Biblioteca Municipal


O livro “Elvas na Idade Média” foi apresentado ao final desta terça-feira dia 22 de abril, na Biblioteca Municipal da cidade, no âmbito do Dia Internacional do Livro, numa cerimónia que contou com a presença do autor, Fernando Correia Branco, Elsa Grilo, vice-presidente na autarquia elvense, Comendador Roldão de Almeida e Fernando Mão de Ferro, das edições Colibri.

Trata-se da mais recente edição do CIDEHUS - Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora, agora editada em parceria com a Câmara Municipal de Elvas, e com o apoio da Fundação Eugénio de Almeida, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo e da Direção Regional de Cultura do Alentejo.

Sinopse:
Este livro fala do nascimento de Elvas. Há vestígios de povoamento humano no seu território desde fases pré-históricas, mas as primeiras menções escritas a Elvas e à existência do seu núcleo urbano surgem nas obras de geógrafos e de cronistas de uma Idade longa a que, no Ocidente, se convencionou chamar de Média. Porém, é nos séculos de domínio islâmico – no quadro do desaparecido al-Andalus – que a cidade se revela, possivelmente não muito distante da fase em que se funda Badajoz. Mas, poder-se-á dizer que é uma fundação «árabe»? E, ao ser integrada nos domínios do reino de Portugal, as marcas da sua pertença ao al-Andalus ter-se-ão apagado por completo? É para algumas destas questões que esta obra propõe algumas respostas. Sem pretender abranger todos os aspectos das dinâmicas e do quotidiano dos primeiros séculos de vida de Elvas, este livro atravessa os séculos do domínio islâmico, tenta interpretar o processo de incorporação desta cidade no jovem reino de Portugal e a forma como soube gerir a sua nova posição de fronteira em face de um reino vizinho, também ele conquistador de terras do Sul, com o qual sempre existirão relações e cumplicidades – mais que conflitos, que também houve. É uma outra Elvas que então se afirma; será uma das principais portas do reino, crescerá em número de habitantes e em área urbanizada, e nas suas ruas e campos cruzar-se-ão judeus, cristãos e muçulmanos até finais do século XV.